Arquivo | Notícias

IF Goiano promove III Dia de Campo Agroecológico em Caldas Novas

Postado em 13 abril 2014 por Divina Neusa de Queiroz

O Núcleo de Estudos e Pesquisa Agroecológico (Nepa) do Câmpus Urutaí do Instituto Federal Goiano (IF Goiano) realiza neste sábado, 12, a partir das 8h, no Sítio Nossa Senhora de Fátima, localizado a 30km de Caldas Novas, o terceiro Dia de Campo Agroecológico com o tema: Os Efeitos da Adubação Verde. O evento tem o objetivo de apresentar aos produtores da Região Sudeste do Estado técnicas alternativas de baixo custo para uma produção livre de agrotóxicos e pesticidas.

Na oportunidade alunos e professores do IF Goiano irão compartilhar com produtores rurais da região sudeste do Estado resultados de pesquisas que comprovam os benefícios ecológicos e financeiros dessa técnica de adubação verde, um recurso que pode aumentar a capacidade produtiva e até recuperar os solos degradados pelo cultivo.

Segundo o coordenador do Nepa, Milton Sérgio Dornelles, a produção orgânica é uma tendência na agricultura moderna, isso porque a preocupação com o meio ambiente e a alimentação livre de compostos químicos e tóxicos é uma pauta cada vez mais comum entre a sociedade. “Por isso é importante que o produtor esteja ciente de como isso pode trazer um lucro sustentável em seus cultivos”, esclarece.

Dornelles destaca ainda que a falta de conhecimento por parte dos produtores impede que o cultivo agroecológico avance nessa região. Ele explica que o pequeno produtor e tem muito a ganhar com o uso de técnicas agroecológicas, tais como a adubação verde e o controle biológico de pragas.

Além, desse trabalho de orientação e acompanhamento aos produtores, o IF Goiano tem a preocupação de também despertar em seus alunos essa consciência ambiental. Alunos dos cursos técnicos em Agropecuária, Alimentos, e dos superiores em Agronomia e Engenharia Agrícola são capacitados para atuar nessa área cada vez mais exigida pelo mercado.

Sobre o local do evento

O Sítio Nossa Senhora de Fátima tem uma área de 10 hectares, sendo cultivados principalmente por hortaliças orgânicas. Recebeu recentemente o selo de Certificação Orgânica, pela ECOCERT, certificadora internacional com sede no Brasil que qualifica uma propriedade não só para a para produção orgânica, mas também fornece atestados para outras aplicações agroecológicas, como, por exemplo, cadeias produtivas de soja não-transgênica, a exploração sustentável de florestas e a ausência de mão-de-obra escrava infantil.

Parceiros

São parceiros do III Dia de Campo Agroecológico a Associação dos Produtores de Caldas Novas (Aprocan), a Comissão Pastoral da Terra (CPT), prefeitos das cidades do sudeste goaino, Sebrae, Sesc, Banco do Brasil, Governo do Estado de Goiás, Universidade Estadual de Goiás, Sindicatos Rurais de Caldas Novas e Rio Quente, Federação dos Trabalhadores da Agricultura e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Segue abaixo a programação do evento:

pdfProgramação_-_III_DIA_DE_CAMPO_AGROECOLÓGICO.pdf

Assessoria de Comunicação Social

Comentários (0)

Mobilização dos municípios reúne multidão em Goiânia

Postado em 11 abril 2014 por Divina Neusa de Queiroz

mobilizaçãomunicipios-agmfoto
Prefeitos de mais de 200 municípios goianos e suas caravanas participaram da mobilização Viva Seu Município, realizada em Goiânia na tarde desta sexta-feira (11) para reivindicar mais recursos para as administrações municipais, impossibilitadas de cumprirem com todas as demandas impostas pelo governo federal.

Para o presidente da Associação Goiana de Municípios (AGM), Cleudes Baré Bernardes, a manifestação cumpriu o seu objetivo. “É muito positivo ver que nós prefeitos não estamos sozinhos nessa luta. A mobilização cumpriu o seu papel de mostrar para toda a sociedade a atual situação de crise por qual as prefeituras passam. O cidadão precisa se conscientizar, é no município que ele vive”, ressalta Cleudes Baré.

Cleudes Baré afirma que o ato desta sexta-feira (11) entrou para a história de Goiás, em que o municipalismo e o regime democrático, onde os cidadãos reivindicam seus direitos, foram fortalecidos. “Esse é um movimento em prol do cidadão, da família, de melhoria da qualidade de vida e da prosperidade do município. A mudança vem do povo, não se faz um país rico quebrando os municípios”, destacou o presidente da AGM.

A concentração do ato teve início às 13 horas, na Praça do Trabalhador, onde prefeitos puderam dividir um pouco mais de suas experiências à frente das prefeituras e da difícil missão de administrar diante dos escassos recursos e das crescentes demandas. O prefeito de Cezarina, João Gladston, ressaltou que os municípios não têm condições de bancar todas as demandas. “Precisamos de uma revisão do Pacto Federativo. Os problemas estão na nossa porta, mas não temos como resolvê-los, faltam recursos”, afirma o gestor.

O prefeito de Itajá, Luciano Leão, defendeu que os gestores e os cidadãos precisam estar atentos para saber quais parlamentares votam no Congresso Nacional de acordo com os interesses do municipalismo. “Estamos em ano de eleição. É hora de elegermos quem irá nos representar de verdade”, afirma o prefeito.

Amauri Ribeiro, prefeito de Piracanjuba, classificou como “inaceitável” a situação dos municípios “A população precisa se unir aos gestores. Não há distribuição correta de recursos no país, precisamos lutar por isso”, clamou o prefeito.

Milhares de cidadãos também se deslocaram dos municípios do interior para a capital, na luta por mais qualidade de vida por meio das prefeituras. Os cidadãos usavam faixas, camisetas e apitos para se manifestarem. Todo o ato foi acompanhado por viaturas da Polícia Militar, do batalhão de Trânsito e da Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT).

Também participaram do ato o ex-subchefe de Assuntos Federativos da Presidência da República, Olavo Noleto, os deputados federais Vilmar Rocha e Magda Moffato, os secretários de estado da Saúde, Halim Girarde, de Articulação Política, Sérgio Cardoso, e de Articulação Institucional, Joaquim de Castro, além dos deputados estaduais Hélio de Sousa e Henrique Arantes.

Cleudes Baré lembra que a luta não acabou. “Continuaremos em busca dos direitos dos municípios durante a XVII Marcha a Brasília, de 12 a 15 de maio. Não temos dúvida de que conseguiremos que nossas reivindicações sejam atendidas. É importante que os gestores também participem do ato no próximo mês na capital federal”, convoca o presidente da AGM.

Myla Alves – Assessoria de Comunicação da AGM

Comentários (0)

Dulce Canhete faleceu

Postado em 11 abril 2014 por Divina Neusa de Queiroz

dulcechete-professoramorrehojedia11abril2014

O CEPIF está em luto. A professora Dulce Canhete faleceu.Ela foi encontrada morta no banheiro de sua residência por familiares ontem,dia 10 de abril 2014,por volta de 22 horas. A sua irmã foi chamada pelos vizinhos para entrar na casa porque eles sentiram sua falta e forte odor nas imediações. Ela chamou um chaveiro da cidade e depararam com a tragédia: a professora morta.

Imediataente foram tomadas as povidências necessárias e o corpo encaminhado para o Instituto Médico Legal(IML) para apurar os fatos, e ficou contatado que ela faleceu por overdose de remédios.As 17 horas o corpo retornou a Pires do Rio para o sepultamento.

A professora Dulce deixa três filhos e netos.Esse é um momento triste. A classe de professores/colegas do CEPIF-Colégio Estadual Professor Ivan Ferreira e amigos recebeu com tristeza a notícia de que a professora faleceu, a querida professora Dulce Canhete.

Dulce Canhete era uma uma pessoa cheia de vida e cheia de alegria. Meus sinceros sentimentos a você Zelia Canhete, aos meninos Flávia Daniele Canhete Siqueira, Fluvia Siqueira e ao Eli Júnior e a todos os seus familiares.
Nossa quem diria que uma pessoa sensacional como você iria nos deixar tão cedo.

Declarações de amor e saudade

Pior coisa é acordar com telefone tocando, e quando você atende, alguém do outro lado da linha dizendo que uma professora que você adorava faleceu, não só professora, uma grande amiga, uma grande mulher, estou muito triste pelo acontecido, Dulce Canhete era uma mulher extrovertida, sincera, gostava de sair, dançar, curtir, uma professora de um ensino diferente, eu adorava dar ideia em suas aulas, sempre que podia, eu ajudava fazendo alguns trabalhos, gostava quando ela me chamava pra tirar fotos dos eventos organizados, convivi com ela 5 anos, boas lembranças estão guardadas. Obrigado por ter feito parte das nossas vidas, vou sentir saudades de me ligar dizendo ” Millene, vem aqui em casa rapidinho, ver se você arruma algumas fotos pra mim”. Algumas semanas atrás, combinamos de sair mais não aconteceu… Logo viajei, cheguei mais nem te vi mais. Que DEUS te dê o melhor conforto, descanse bem no paraíso.#VaiComDEUSDulceCanhete #Eterna Afirmação de Millene Couto

Dulce é uma pessoa boa amiga,companheira,uma boa #Mãe e uma boa guerreira na vida e uma pessoa muita alegre
#Dulce eu não tive o prazer de conhecer você pessoalmente mais que eu ouvi as pessoas falando de você, que você era uma pessoa de garra,perverancia, alegre agora você ta junto do Papai do Céu aqui na terra você vai fazer muita falta a todos a seus Filhos,familiares e os seus amigos mais nós sabemos que Deus sabe o que faze de bom para a nossa vida de todos nós aqui mais agora nós vai ficar com as boas lembrança de você aqui em nossos corações.Vai com Deus Dulce é arrace ai no Céu você virou uma linda estrela no céu para todos os que te ama minha linda saudade eterna mais sempre no coração de todos que te admirava #VaicomDeus. — com Dulce Canhete. Lais Batista

Muitas pessoas estão postando em seu facebook declarações de amor e saudade a esta brilhante professora que nos deixou….

Comentários (0)

Ex-prefeito de Orizona é condenado a ressarcir danos aos cofres públicos

Postado em 11 abril 2014 por Divina Neusa de Queiroz

x

Em ação movida pelo Ministério Público, o ex-prefeito de Orizona, Anteres Vieira Pereira, foi condenado a sanções pelo ato de improbidade administrativa praticado, devendo ressarcir aos cofres públicos R$ 82.200,00, valor que ainda deverá corrigido. A ordem judicial determina que Anteres também terá de pagar multa civil no mesmo valor do prejuízo a ser ressarcido. O ex-gestor foi condenado por ter acumulado indevidamente remuneração no mandato de 1997 a 2000 (clique aqui para a sentença).

De acordo com o processo, houve o acúmulo de proventos dos cargos públicos de servidor da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e prefeito de Orizona, situação proibida pela Constituição Federal.

Foi constatado que Anteres optou, desde o início de seu mandato, por receber seus vencimentos na condição de servidor público federal, entretanto, recebeu indevidamente a título de verba de representação valor mensal de R$ 1,5 mil, por quatro anos. Recebeu também, entre janeiro e fevereiro de 1998, R$ 10.200,00, a título de ajuda de custo pelo encerramento dos trabalhos legislativos daquele ano, verba considerada estranha às funções de prefeito. (Cristiani Honório/Assessoria de Comunicação Social do MP – Foto: site Mundi)

Comentários (0)

Operação Sodoma e Gomorra: MP denuncia 24 pessoas por crimes relacionados a tráfico de drogas

Postado em 10 abril 2014 por Divina Neusa de Queiroz

O Ministério Público de Goiás ofereceu na última sexta-feira (4/4) denúncia criminal contra 24 pessoas acusadas de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas desbaratada em operação realizada em parceria com a Polícia Civil e a Polícia Militar no dia 27 de fevereiro, denominada Sodoma e Gomorra. As ações conjuntas visaram ao cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades de Orizona, Vianópolis e Pires do Rio, nas quais a organização criminosa atuava.
Entre os denunciados estão dois policiais civis e um policial militar, todos eles detidos na deflagração da operação (confira a relação abaixo).Dos presos na operação, 19 continuam detidos.

Na denúncia, assinada pela promotora de Justiça Lucrécia Cristina Guimarães, em substituição na Promotoria de Orizona, são relacionadas as diversas práticas criminosas atribuídas ao bando. Entre os crimes cometidos pelos acusados estão tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção ativa e passiva e colaboração como informante de quadrilha de traficantes.

Dos 24 denunciados, 19 continuam presos, incluindo o PM, que está recolhido no Presídio Militar, em Goiânia. Os policiais civis, contudo, estão soltos. Em manifestação encaminhada junto com a denúncia, o MP pede a revogação da prisão preventiva de cinco pessoas detidas durante a operação cujas condutas não configuram tráfico de drogas, mas, sim,o crime previsto no artigo 28 da Lei nº 11.343/2006, que é o de ter drogas em sua posse.

A Operação Sodoma e Gomorra teve à frente em sua execução os promotores de Justiça Danni Sales Silva e Mário Henrique Cardoso Caixeta e foi realizada em conjunto com a Delegacia Estadual de Combate a Entorpecentes (Denarc), Corregedoria da Polícia Civil e Polícia Militar do Estado. Estiveram envolvidos na ação conjunta 1 delegado do Denarc, outros 3 delegados, 6 agentes da Corregedoria, 12 agentes da Polícia Civil e 78 policiais militares.

A investigação sobre a organização criminosa foi iniciada pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar, com o Procedimento de Investigação Criminal tendo sido instaurado pelo promotor Danni Sales, que respondia pela Promotoria de Orizona. Os indícios colhidos na apuração determinaram a ação do Grupo Especial de Repressão à Narcóticos (Genarc) que, por meio de escutas telefônicas, conseguiu detectar a forma de atuação da quadrilha. Em decisão pioneira em Goiás, as prisões e os mandados de busca e apreensão foram expedidos por um colegiado de juízes, tendo em vista a caracterização de organização criminosa com periculosidade e envolvendo a participação de policiais civis e militares.

A operação foi a primeira ação desenvolvida pelo Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial do MP-GO, criado neste ano. (Texto: Ana Cristina Arruda/Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – Foto feita na realização da Operação Sodoma e Gomorra)

Relação de denunciados e crimes:
* Tráfico de drogas e associação para o tráfico (artigo 33, “caput”, e artigo 35, “caput”, da Lei 11.343/2006)
Gelson Donizete Bastos de Freitas, caminhoneiro
Dinamar Helena da Silva Dias, a “Jaqueline”, auxiliar de produção
Charley Vieira Guimarães, autônomo
Michel da Silva Souza, autônomo
Amanda Jordana da Silva, estudante
Rildo Rodrigues Machado, auxiliar de serviços gerais
Samara Alves Fernandes de Aquino, do lar
Paulo da Costa Ferreira, o “César”, pedreiro
Elias Natal de Oliveira, comerciante
Rodrigo de Souza, o “Badu”, servente de pedreiro
Fabiane Meireles de Oliveira
Paula Rayanne de Castro Santos, do lar
Soraia Maria de Oliveira Nascimento, do lar
Ângela Cristina de Jesus, do lar
Eder Geraldo da Silva

* Tráfico de drogas, associação para o tráfico (artigo 33, “caput”, e artigo 35, “caput”, da Lei 11.343/2006) e corrupção ativa (artigo 333, “caput”, do Código Penal)
Luís Carlos de Oliveira, o “Cobrinha”, produtor rural

* Associação para o tráfico (artigo 35, “caput”, da Lei 11.343/2006)
Valdivino Bartolomeu Bueno de Faria, empregado em indústria de cerâmica
Wellington Rodrigo Rodrigues, frentista
Daniel Castro e Silva, o “Topete”, lavrador
Marcely Terezinha Silva

* Tráfico de drogas e associação para o tráfico (artigo 33, “caput”, e artigo 35, “caput”, da Lei 11.343/2006), com o agravante de a prática envolver adolescente (artigo 40, inciso VI da lei)
Thiago Oliveira Lopes, motorista

* Tráfico de drogas, colaboração como informante da quadrilha de traficantes (artigo 33, inciso III, e artigo 37, combinado com artigo 40, inciso II, da Lei 11.343/2006, com o agravante de os autores praticarem o crime prevalecendo-se de sua função pública), e corrupção passiva (artigo 317, “caput”, do Código Penal)
Wandercy Bueno da Silva Júnior, o “Juninho”, policial civil
João Bosco da Silva, policial civil

* Colaboração como informante da quadrilha de traficantes (artigo 37, combinado com artigo 40, inciso II, da Lei 11.343/2006, com o agravante de o autor praticar o crime prevalecendo-se de sua função pública)
Wilson Adriano Peres, policial militar
Informações e texto do http://www.mpgo.mp.br/portal/noticia/operacao-sodoma e gomorra

Comentários (0)

Memória Curta

Postado em 10 abril 2014 por Divina Neusa de Queiroz

Memória Curta

No final do ano de 2013 o povo de Pires do Rio, como que pasmado, assistiu estarrecidos capítulos mais negros e aterradores de toda sua história política. Eu e a grande maioria da população da cidade se sentiu traída pela irresponsabilidade de indivíduos não podem ser chamados de pessoas) que assumiram o poder em Pires do Rio num pleito legítimo, mas transformaram a casa do povo num palco de mazelas, falcatruas e corrupção.

Pior ainda, conseguiram envolver a Câmara Municipal, que com algumas exceções passou a compactuar com os atos do prefeito; quando a obrigação que lhe foi conferida pelo povo era fiscalizar os atos do Executivo Municipal… E o prefeito foi cassado pelo menor dos crimes que cometeu, e os outros mais graves, gravíssimos como os R$ 3.500,000,00 da Previdência Municipal que desapareceram, vão ficar impunes e esquecidos.

Pires do Rio pela primeira vez foi levado às manchetes nacionais, envergonhando os piresinos de boa índole que é a maioria esmagadora da nossa gente.

Meu amigo, ai sou como você, eu amo essa terra. E como gostaria neste instante de estar falando sobre uma cidade progressista e exuberante, bonita e feliz, onde prevalecesse a concórdia, o trabalho honesto e a amizade. Mas esta hoje não é a minha cidade.

Pior ainda, não estou vendo perspectivas de uma solução em curto prazo para os problemas que afligem nossa gente hoje.
O descaso a corrupção, a falcatrua hoje são problemas nacionais.Este quadro tem que mudar e o começo desta mudança está no município e isto se faz elegendo gente honesta, respeitadora de princípios éticos e morais.

Tivemos agora em Pires do Rio um exemplo muito dignificante de cidadania que nos foi dado por vários ex-prefeitos, lideranças e gente do povo.

Naqueles dias já se sabia da inoperância do então prefeito. Sabia se que o prefeito era abominado pelo governador por suas ações.Devia ter suas razões ,competia a ele avaliar.

Entretanto, o governador era muito querido em Pires do Rio, teve aqui no segundo turno das eleições municipais quase 50% dos votos, num reduto que era considerado na época PMDB.

O povo gosta tanto do governador que o homenageou como cidadão benemérito, através de Lei Municipal, entregando diploma, placa comemorativa e medalha (justo e merecido).

Voltando aos ex-prefeitos, naqueles dias eles pediram por intermédio do Dr. Jaime Eduardo Rincon, presidente da AGETOP, o recapeamento asfaltico das ruas da cidade, além do asfalto onde está sendo construído o Lar dos Velhinhos na região da FIME.

O governador se prontificou em atender, alegando que apesar das dificuldades com o prefeito jamais poderia deixar de atender as lideranças me ex-prefeitos de Pires do Rio (E agora José?)
Os tempos mudaram, depois de uma eleição que veio provar a insatisfação com os atuais donos do poder, Cida Tomazini foi eleita de novo com sua maior votação.

A prefeita assume uma prefeitura sucateada, cheia de problemas de todas as ordens, dívidas e queda de receitas, tudo provocado pela inadimplência deixada pela administração anterior. Sua experiência como prefeita aliada a determinação,vontade e uma equipe capacitada, poderá em parte ajudar a sair deste buraco.

Numa situação como esta jamais haverá espaço para acomodação do poder executivo. Aliando-se a isto a uma vontade férrea e tendo a seu lado o governador como aliado, é obvio que o governo vai realizar obras em Pires do Rio.Isto deve acontecer até porque nós últimos anos o Governo se omitiu um pouco em relação a Pires do Rio.

Repito, sei que tinha motivos de sobra para assim agir.

Porém os tempos mudaram governador, e apesar das dificuldades, descubra um jeito de ajudar a prefeita Cida Tomazini a fazer a melhor administração de sua história.

Atenda agora aquele nosso pedido: reacapeamento das ruas e asfalto em volta do Lar dos Idosos. Determine ao meu amigo Dr.Jaime Eduardo Rincon que execute estas obras.

Sei governador que ele vai ficar muito feliz. Como estou feliz neste momento,voltando meu pensamento ao passado e me lembrando com saudade daqueles dois meninos filhos do meu amigo Dr.Jaime e D. Terezinha brincando na praça Marechal Floriano Peixoto(hoje Gaudêncio Rincon ). Um daqueles meninos é hoje Jaime Eduardo Rincon.

Portanto, Jaime você mais do que eu tem suas raízes profundamente fincadas neste nosso chão. Sei Jaime do seu amor por seus parentes aqui residentes e também por esta terra que te viu nascer e que se orgulha deste filho querido.

Confio em você Jaime e no governador porque logo, juntamente com a prefeita Cida Tomazini e lideranças e povo estaremos participando da inauguração destas obras. Façam isso por Pires do Rio e receba a consagração de nossa gente.
Texto de Grédio

Comentários (0)

Representante de empresários estão tomando posse agora do Kaiowa em Pires do Rio

Postado em 10 abril 2014 por Divina Neusa de Queiroz

SONY DSC

O Frigorífico Kaiowa de Pires do Rio foi vendido para um grupo empresarial do Estado do Tocantins, da cidqade de Gurupi.Representantes da empresa que comprou o Frigorífico Kaiowa está recebendo o empreendimento do síndico da Massa Falida.O Sindico da Massa Falida do Frigorífico Kaiowa, Amador Bueno, está hoje, dia 10 de abril de 2014, nas instalações do frigorífico de Pires do Rio para dar posse aos novos investidores da empresa que comprou o frigorífico que deverá abater cerca de 700 animais dia.

O advogado Fernando Franco que representa os investidores está conhecendo e avaliando as instalações, maquinários e benfeitorias que serão entregues aos novos proprietários da empresa.De acordo com ele o frigorífico vai entrar em operação logo, gerando empregos e renda para a região. Afirmou que o funcionamento do frigorífico vai dar prioridade para os agropecuaristas da região e ressaltou que o empreendimento tem viabilidade econômica.

O processo de repasse das unidades para novos empreendedores estão sendo finalizados. Amador Bueno já está na empresa para dar posse aos novos investidores e até o final da tarde os novos proprietários devem assumir o empreendimento. De acordo com ele Pires do Rio tem potencial para o investimento dar certo e enfatizou que a população terá surpresas com as iniciativas dos investidores em benefício dos moradores e trabalhadores .

Há 15 anos, após abrir falência, a rede de frigoríficos Kaiowa voltará a funcionar em Pires do Rio. A reabertura do Frigorífico kaiowa é esperança para pecuaristas e trabalhadores da Região da Estrada de Ferro. Se tudo correr de acordo com o planejamento da Coperfrigu em aproximadamente 120 dias será iniciado o abate de animais na unidade de Pires do Rio.

De acordo com diversos moradores de Pires do Rio entrevistados a reabertura de uma grande empresa na cidade é muito importante para a economia local, uma vez que vai gerar empregos diretos, e outros muitos postos de trabalho indiretos com a volta da indústria. “Estamos comovidos pela reabertura do frigorífico na cidade”, comemoram eles.

Empresários também reconhecem que o município tem perdido muito com o fechamento do Frigorífico Kaiowa há mais de 15 anos, uma precariedade para nosso agronegócio. “Segundo eles a presença do frigorífico será uma saída para escoar nossos animais, gerando emprego e renda para o município”.

Entre os empreendedores, a aposta é de que a reabertura do frigorífico será importante para o desenvolvimento dos produtores de toda a região.

Comentários (0)

Cooperativa dos Produtores de Carne e Derivados de Gurupi – COPERFRIGU

Postado em 09 abril 2014 por Divina Neusa de Queiroz

cooperfrigu_fotoQuem é a cooperativa que comprou o Frigorífico Kaiowa de Pires do Rio?

A localização da planta da COOPERFRIGU é privilegiada. Situada no Sul do estado do Tocantins, região que apresenta mais de 8 milhões de cabeça de gado (principalmente das raças Zebu e Nelore), a COOPERFRIGU dispõe ainda de uma ampla pastagem verde, vantagem que possibilita engorda eficiente e carnes mais saudáveis e saborosas.

O profissionalismo da COOPERFRIGU está presente em todas as etapas. A começar pelo o transporte de gado, feito por frota especializada. E posteriormente, na estocagem dos animais, quando estes são completamente higienizados e submetidos aos mais variados exames realizados por veterinários e técnicos do Ministério da Agricultura.

COOPERFRIGU é uma empresa consciente de sua responsabilidade sócio-ambiental. Favorável à produção auto-sustentável, desenvolve projetos que ajudam a minimizar os impactos ambientais. Atualmente, possui o que há de melhor em equipamentos para estação de tratamento de Efluentes e ministrar cursos para os seus funcionários, conscientizando-os sobre a preservação ambiental.

A COOPERFRIGU cooperativa que tem presente a responsabilidade social, junto ao estado de Tocantins, participa de um trabalho de assistência a creches e fornece apoio ao programa da AGAB , que tem por finalidade ajudar crianças carentes prestando serviço na área de educação, saúde, lazer e moradia.
A cooperativa também se preocupa com bem estar e desenvolvimento dos seus colaboradores através de um programa de capacitação constante, que visa treinar os colaboradores buscando o melhor desempenho dos mesmos e ao mesmo tempo valoriza-los, já que a Cooperfrigu entende que o mercado precisa de profissionais altamente qualificados e que a qualificação pode e deve começar na própria cooperativa.

A COOPERFRIGU também realiza ações sociais constantes junto à comunidade local, oferecendo serviço em educação, saúde, leitura entre outras, que buscam unir desenvolvimento industrial à auto – sustentabilidade, aliado ao desenvolvimento social.
A COOPERFRIGU, cooperativa ecologicamente correta conta com uma equipe de Engenharia Ambiental, a qual controla todas as atividades da cooperativa, investe na implantação de projetos que garantem a manutenção e melhoria do meio ambiente, como por exemplo, o tratamento de efluentes líquidos.
A cooperativa realiza internamente um trabalho de conscientização de seus colaboradores instituindo programas internos como: minimização do consumo de água, redução do consumo de energia e seleção de material reciclável, além de promover palestras internas com o intuito de mostrar a importância da preservação do meio ambiente.
COOPERATIVA DOS PRODUTORES DE CARNE E DERIVADOS DE GURUPI.Informações do site http://www.cooperfrigu.com.br/
Foto divulgação da Coperfrigu

Comentários (0)

Amanhã o síndico da massa falida do Frigorífico Kaiowa dá posse aos novos investidores da COPERFRIGU

Postado em 09 abril 2014 por Divina Neusa de Queiroz

Frigoríficokaiowa-09-04-2014JOÃOgUILHERME-VALEVALEVALEENTRADA- 014-valemesmo

Há 15 anos, após abrir falência, a rede de frigoríficos Kaiowa voltará a funcionar em Pires do Rio. Amanhã, dia 10 de abril de 2014, ás 9 horas, na sede da empresa na cidade, o síndico da massa falida do frigorífico Kaiowa, Amador Bueno,vai dar posse aos novos investidores da Coperfrigu. De acordo com ele Pires do Rio tem potencial para o investimento dar certo e teremos surpresas com a reabertura do frigorífico no município.

A reabertura do Frigorífico kaiowa é esperança para pecuaristas e trabalhadores da Região da Estrada de Ferro.Se tudo correr de acordo com o planejamento da Coperfrigu em aproximadamente 120 dias será iniciado o abate de animais na unidade de Pires do Rio.Mas o síndico da massa falida do frigorífico Kaiowa, Amador Bueno, não informou com detalhes o que será feito inicialmente pelos investidores na unidade.Ressaltou que a população terá surpresas com as iniciativas dos investidores da Coperfrigu em benefício dos moradores e trabalhadores da empresa.

O processo de repasse das unidades para novos empreendedores estão sendo finalizados. De acordo com diversos moradores de Pires do Rio entrevistados a reabertura de uma grande empresa na cidade é muito importante para a economia local, uma vez que vai gerar empregos diretos, e outros muitos postos de trabalho indiretos com a volta da indústria. “Estamos comovidos pela reabertura do frigorífico na cidade”,comemoram eles.

Empresários também reconhecem que o município tem perdido muito com o fechamento do Frigorífico Kaiowa há mais de 15 anos, uma precariedade para nosso agronegócio. “Segundo eles a presença do frigorífico será uma saída para escoar nossos animais, gerando emprego e renda para o município”.

Entre os empreendedores, a aposta é de que a reabertura do frigorífico será importante para o desenvolvimento dos produtores de toda a região.

Comentários (0)

A Coperfrigu compra Frigorífico Kaiowa de Pires do Rio/GO

Postado em 09 abril 2014 por Divina Neusa de Queiroz

Frigoríficokaiowa-09-04-2014JOÃOgUILHERME-1111111111GERALkaiowaJustiça homologa compra de ativos do Kaiowa
Minerva e JBS adquiriram plantas da massa falida. Leilão de outras três unidades será em abril

A aquisição das unidades da massa falida do frigorífico Kaiowa de Janaúba/MG pelo Minerva, e de Anastácio/MS, pelo JBS, foi homologada pela Juíza de Direito da 16ª Vara Cível do Foro de São Paulo. A decisão fio publicada no diário oficial do Estado nesta quarta-feira, 5.

A JBS adquiriu a unidade de Anastácio/MS por R$25,4 milhões, 90% do valor da unidade, avaliada em R$ 28,2 milhões.

A Minerva comprou a unidade de Janaúba por R$ 40 milhões, 7,34% a menos que o valor de avaliação da planta. Segundo comunicado da companhia, a planta de Janaúba terá capacidade de abate e desossa de aproximadamente 900 cabeças/dia após investimentos, que devem chegar a R$ 10 milhões e R$ 15 milhões na modernização das operações da unidade, que está fechada.

A Companhia estima um faturamento anual de cerca de R$ 500 milhões e Ebitda anual entre R$ 45 milhões e R$ 50 milhões e necessidade capital de giro de R$ 30 milhões a R$ 40 milhões.

A proposta da Coperfrigu de R$ 11 milhões pela unidade de Pires do Rio/GO também foi homologada. O valor de avaliação era de R$ 15,2 milhões.

Novo leilão será realizado em 8 de abril leilão para ofertar as unidades remanescentes: o frigorífico avaliado em R$ 51 milhões, e a fábrica de charque, ofertada por R$ 624 mil, ambas de Presidente Venceslau/SP, além da unidade de abate de Guarulhos/SP, avaliada em R$ 34,2 milhões. O processo de falência do grupo teve início em 1990.

Fonte: Portal DBO
Foto João Guilherme do Jornal do Sudeste

Comentários (0)

Publicidade

Redes Sociais

  • 113seguidores
  • 0fãs
  • 1895artigos
  • 274comentários

Enquete

Desculpe, sem enquetes disponíveis.

Comentários

Pobre cidade de povo besta que nao sabe votar... (Leandro Jose Ferreira)

Assunto

MURAL